Pensando em usar a bicicleta na sua rotina? Saiba se é melhor comprar ou alugar

O ciclismo é uma das atividades físicas com mais adeptos. Isso acontece pela facilidade e acessibilidade do esporte. São inúmeros benefícios para a saúde e até mesmo para o meio ambiente, ao diminuir o impacto de outros meios de transporte movidos pela queima de combustível. Com tudo isso em mente, muitas pessoas estão usando a bicicleta no dia a dia, para ir ao trabalho ou faculdade, para reunir amigos e até mesmo para viajar.
Se você está planejando aderir à bicicleta na sua rotina, mas ainda tem dúvidas sobre como começar, fique de olhos nas dicas a seguir e entenda se para o seu caso é melhor comprar uma bike ou alugar pela cidade quando precisar.

Bicicleta: comprar ou alugar?

O primeiro passo é analisar o seu orçamento. Como está no momento e qual a previsão para os próximos meses? Quanto você gasta com carro ou com transporte público e vai economizar com a bicicleta? Essa análise permite uma escolha consciente e evita dívidas.
Em seguida, avalie como será a utilização da bicicleta. Se for alugada, será fácil seguir da sua casa aos pontos de aluguel? Os locais que você frequenta contam com pontos de aluguel e bicicletários? Você vai usar a bicicleta por mais de uma hora com frequência?
Em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, é possível encontrar diversos pontos que oferecem aluguel de bike de forma gratuita. Em alguns casos, é preciso pagar R$5 após uma hora de uso. Esta é uma boa opção para quem fará trajetos curtos e às vezes vai completar o percurso com transporte público.

Caso decida comprar uma bicicleta você ainda pode escolher entre uma nova ou uma usada. Comprar uma bike usada pode ser mais econômico e também mais seguro. Bicicletas modernas e novas podem ser visadas por assaltantes e você precisaria de um cuidado extra no dia a dia. Esses modelos são mais recomendados para ciclistas que participam de competições e precisam de modelos específicos.
Além da bicicleta você precisará de outros itens, principalmente se optar pela compra. Cadeados, correntes, mochilas e roupas próprias para ciclistas podem ser necessários. Você pode, ainda, precisar de equipamentos de segurança pessoal, como capacetes e joelheiras. Esses acessórios vão variar de acordo com a forma de uso e com os trajetos percorridos.
Se escolher pela compra, sempre observe bem o modelo antes de fechar negócio. Verifique a altura do banco e do guidão, e se os mesmos são ajustáveis facilmente. Avalie se você precisa de um modelo com marchas ou não, analise tamanho das rodas e o peso total da bike. Evite comprar por impulso, você pode se arrepender depois e ficar no prejuízo.
Com essas dicas em mãos, avalie se é melhor comprar ou alugar de acordo com as suas necessidades pessoais. Uma opção é passar um tempo alugando antes de fazer uma escolha final. Dessa forma, você pode avaliar de fato as vantagens e desvantagens do aluguel e observar se você realmente precisa investir em uma bike própria!

Vantagens de trocar o carro por uma bicicleta

Quem mora em cidade grande sofre com o engarrafamento que consome horas dos nossos dias. Mesmo para quem evita os horários de pico ou para quem mora em cidades menores, o trânsito ainda apresenta diversos dilemas: valor da gasolina, estresse, cuidados com o veículo, tempo extra, etc. Diante disso, é crescente o número de pessoas que prefere andar de bicicleta e se sente mais feliz com essa escolha.

Principais vantagens de trocar

Economia – em média, é preciso gastar cerca de R$100 por ano com a manutenção de uma bicicleta. O mesmo valor não daria um mês de transporte público ou uma semana de gasolina. Fora isso, um carro ainda precisa de seguro, imposto, troca de pneus e muitos outros gastos elevados.

Qualidade de vida – você evita se estressar no engarrafamento e ainda ganha mais fôlego e disposição para encarar a rotina. Além disso, pode parar ao longo do trajeto para colher frutas de uma árvore, apanhar flores ou observar o sol se pondo. Certamente, os seus dias terão mais tranquilidade.

Meio ambiente – além dos benefícios para a saúde, o meio ambiente também sente as vantagens dessa troca. Você deixa de provocar danos à camada de ozônio e colabora com um futuro melhor para todos.

Tempo – pode parecer que o trajeto será mais demorado no começo, mas logo você terá um maior condicionamento físico e fará o percurso em menos tempo. Além disso, quem vai de bicicleta não perde tempo com imprevistos e não vai demorar mais em um dia ou em outro, o tempo será sempre o mesmo.

Mais carro x bike

Trabalho e descanso – é fácil perceber os benefícios de trocar o carro por uma bicicleta de segunda á sexta. Você nunca mais vai se atrasar para o trabalho, não vai perder tempo procurando vaga para estacionar, além de deixar de chegar em casa mais tarde do que o planejado. Mas as vantagens vão além, andar de bicicleta vai facilitar também os seus dias de descanso. Você pode fazer trilhas, conhecer cachoeiras, fazer piqueniques em um parque próximo, tudo isso cortando gastos e investindo em sua saúde.

Mais inteligência – a prática diária de atividade física melhora o desempenho cognitivo, melhorando sua concentração memória. Em pouco tempo você verá os resultados tanto no trabalho quanto nos estudos. Apenas uma mudança na rotina pode melhorar todos os fatores da sua vida.

Humor – praticar exercícios físicos libera endorfina, o que promove relaxamento físico e também mental. Dessa forma, você começa e termina os seus dias com mais tranquilidade e alegria.

Segurança – outra grande vantagem nessa troca é ter mais segurança no dia a dia. Os riscos de roubo e de acidentes graves serão bem menores na sua nova rotina.

Liberdade – a sua liberdade de locomoção é muito maior com uma bicicleta. Você pode ir para qualquer lugar em qualquer horário que desejar, sem se preocupar com engarrafamentos, estacionamento ou com o preço da gasolina e a fila do posto.

O que está esperando para começar!

Conheça o instituto Dbike

Fundado em maio de 2013 na cidade de São Paulo, o iDBike propõe-se a estimular e operacionalizar o intercâmbio de dados e informações provenientes das esferas privadas e públicas e tudo que oportunize a evolução dos atuais parâmetros da mobilidade, principalmente apoiada pelo uso intensivo da bicicleta.
Calçado em mais de trinta anos de experiência em TI dos mentores e primeiros diretores, o iDBike trás para o cenário do cicloativismo importantes instrumentos tecnológicos para gestão administrativa, operacional e do conhecimento, determinantes nesse momento de grande produção e de acúmulo de informação. Associados a esses, a multidisciplinaridade legada de seus fundadores permite a elaboração de abrangentes projetos transmídia (integração de diversas mídias analógicas e digitais) que contemplam desde programação audiovisual televisiva até o desenvolvimento de aplicativos e games digitais para diversas plataformas.

 

 

Design digital, modelagem 3D, animação,  personagens para HQ – através do iDBike tais elementos passam a constituir sofisticadas soluções integradas cuja finalidade é fomentar a infraestrutura, segurança e a tranquilidade necessárias para um simples ato: andar de bicicleta.

Fonte: http://www.dbike.org/index/instituto-dbike2/

Acesse: http://www.dbike.org/instituto/