Vantagens de trocar o carro por uma bicicleta

Quem mora em cidade grande sofre com o engarrafamento que consome horas dos nossos dias. Mesmo para quem evita os horários de pico ou para quem mora em cidades menores, o trânsito ainda apresenta diversos dilemas: valor da gasolina, estresse, cuidados com o veículo, tempo extra, etc. Diante disso, é crescente o número de pessoas que prefere andar de bicicleta e se sente mais feliz com essa escolha.

Principais vantagens de trocar

Economia – em média, é preciso gastar cerca de R$100 por ano com a manutenção de uma bicicleta. O mesmo valor não daria um mês de transporte público ou uma semana de gasolina. Fora isso, um carro ainda precisa de seguro, imposto, troca de pneus e muitos outros gastos elevados.

Qualidade de vida – você evita se estressar no engarrafamento e ainda ganha mais fôlego e disposição para encarar a rotina. Além disso, pode parar ao longo do trajeto para colher frutas de uma árvore, apanhar flores ou observar o sol se pondo. Certamente, os seus dias terão mais tranquilidade.

Meio ambiente – além dos benefícios para a saúde, o meio ambiente também sente as vantagens dessa troca. Você deixa de provocar danos à camada de ozônio e colabora com um futuro melhor para todos.

Tempo – pode parecer que o trajeto será mais demorado no começo, mas logo você terá um maior condicionamento físico e fará o percurso em menos tempo. Além disso, quem vai de bicicleta não perde tempo com imprevistos e não vai demorar mais em um dia ou em outro, o tempo será sempre o mesmo.

Mais carro x bike

Trabalho e descanso – é fácil perceber os benefícios de trocar o carro por uma bicicleta de segunda á sexta. Você nunca mais vai se atrasar para o trabalho, não vai perder tempo procurando vaga para estacionar, além de deixar de chegar em casa mais tarde do que o planejado. Mas as vantagens vão além, andar de bicicleta vai facilitar também os seus dias de descanso. Você pode fazer trilhas, conhecer cachoeiras, fazer piqueniques em um parque próximo, tudo isso cortando gastos e investindo em sua saúde.

Mais inteligência – a prática diária de atividade física melhora o desempenho cognitivo, melhorando sua concentração memória. Em pouco tempo você verá os resultados tanto no trabalho quanto nos estudos. Apenas uma mudança na rotina pode melhorar todos os fatores da sua vida.

Humor – praticar exercícios físicos libera endorfina, o que promove relaxamento físico e também mental. Dessa forma, você começa e termina os seus dias com mais tranquilidade e alegria.

Segurança – outra grande vantagem nessa troca é ter mais segurança no dia a dia. Os riscos de roubo e de acidentes graves serão bem menores na sua nova rotina.

Liberdade – a sua liberdade de locomoção é muito maior com uma bicicleta. Você pode ir para qualquer lugar em qualquer horário que desejar, sem se preocupar com engarrafamentos, estacionamento ou com o preço da gasolina e a fila do posto.

O que está esperando para começar!

Qual a bicicleta ideal para sua atividade?

Características da bike devem ser levadas em conta para escolher seu equipamento

O ciclismo é um esporte bastante democrático e variado: pode ser praticado por quase qualquer pessoa, independentemente de seu tipo físico, idade, ou rendimento. É também uma atividade física muito plural pois pode ser praticada em quase qualquer piso, desde uma rua asfaltada a até mesmo uma acidentada montanha de pedras.

No entanto, é sempre necessário dedicar muita atenção à escolha dos equipamentos que serão utilizados, tanto para uma melhor performance como para garantir uma maior segurança ao ciclista, seus companheiros e às pessoas que eventualmente estejam no mesmo local. Isto envolve utilizar os equipamentos corretos, mas principalmente uma bike indicada e devidamente equipada para este tipo de atividade. Neste artigo, você terá algumas noções de como escolher a bicicleta mais indicada para seu tipo de “pedalada”.

Escolhendo uma bicicleta para determinado piso

Nesse artigo, nos concentramos principalmente sobre três tipos de piso: trilha, praia e asfalto. Cada um destes pisos possui subdivisões e características próprias, mas aqui serão dadas noções gerais sobre qual bike deve ser utilizada em cada uma destas categorias.

Praia


A praia é o lugar ideal para se utilizar (e muito) uma bicicleta.
Como as regiões litorâneas normalmente são bastante planas e com terrenos pouco acidentados, podem-se utilizar bicicletas que valorizem o conforto do ciclista e que não necessariamente sejam feitas para ganhar grandes velocidades. Afinal, quem normalmente pedala na praia, não o faz com muita pressa.

Para estas situações, uma bicicleta de pneu largo pode oferecer a segurança e o conforto para alternar entre pedaladas no calçadão e na areia. Como o terreno é majoritariamente plano, o uso de marchas é dispensável. Utilize um guidão que permita um posicionamento confortável e relaxado na bicicleta, com boa curvatura. O banco pode ser mais largo, e os pneus de aro 26 são uma boa escolha.

Cidade


As cidades podem apresentar características bastante diferenciadas entre si, mas é indicado que a bicicleta se adéque tanto àquele território urbano como às intenções do ciclista ao pedalar. De forma geral, as cidades apresentam um terreno com várias ondulações, e um piso não necessariamente de boa qualidade, visto que boa parte das ruas possuem buracos ou rachaduras.

Por isso, a bicicleta urbana tem que ser pensada para gerar o máximo de performance e velocidade com o mínimo possível de esforço do ciclista. Neste sentido, uma boa opção é se utilizar uma bike com 21 marchas, freios V-Brake para garantir uma frenagem ágil e eficaz, além de um banco mais fino e um guidão que promova alguma curvatura no corpo, a fim de diminuir a resistência do ar e conferir mais força ao ciclista. Pneus finos de 700cc dão conta do recado.

Trilhas

O terreno das trilhas são os que costumam exigir mais de seu equipamento, bem como do ciclista. Por esse motivo, a bicicleta para trilhas deve ser montada para garantir resistência, segurança e o máximo conforto ao ciclista. Para este tipo de atividade, a prioridade é garantir ao ciclista o maior controle possível sobre a bike, e não necessariamente uma grande aerodinâmica.

Ler maisQual a bicicleta ideal para sua atividade?

Conheça o instituto Dbike

Fundado em maio de 2013 na cidade de São Paulo, o iDBike propõe-se a estimular e operacionalizar o intercâmbio de dados e informações provenientes das esferas privadas e públicas e tudo que oportunize a evolução dos atuais parâmetros da mobilidade, principalmente apoiada pelo uso intensivo da bicicleta.
Calçado em mais de trinta anos de experiência em TI dos mentores e primeiros diretores, o iDBike trás para o cenário do cicloativismo importantes instrumentos tecnológicos para gestão administrativa, operacional e do conhecimento, determinantes nesse momento de grande produção e de acúmulo de informação. Associados a esses, a multidisciplinaridade legada de seus fundadores permite a elaboração de abrangentes projetos transmídia (integração de diversas mídias analógicas e digitais) que contemplam desde programação audiovisual televisiva até o desenvolvimento de aplicativos e games digitais para diversas plataformas.

 

 

Design digital, modelagem 3D, animação,  personagens para HQ – através do iDBike tais elementos passam a constituir sofisticadas soluções integradas cuja finalidade é fomentar a infraestrutura, segurança e a tranquilidade necessárias para um simples ato: andar de bicicleta.

Fonte: http://www.dbike.org/index/instituto-dbike2/

Acesse: http://www.dbike.org/instituto/